Vida de Santa Rita de Cássia

Nasceu na Itália, a 22 de maio de 1381, na região da Úmbria, num lugarejo chamado naquele tempo, Roccaporena. Seus pais Antônio e Amata Ferri, já idosos, rogavam a Deus a vinda de um filho. Nasceu-lhes a pequena Margherita, daí sua abreviatura: Rita.

Educada, com muito esmero cristão, Rita passou sua infância e sua juventude, auxiliando seus pais na lavoura. Ainda recém-nascida sempre colocada num cesto, que servia às vezes de berço, no próprio campo, certa vez foi encontrada envolta de abelhas brancas que lhe pousavam na face, sem ferí-la e entravam e saiam de seus lábios abertos neles depositando mel. Quando jovem aos 14 anos casou-se com Paulo Fernando. Tiveram dois filhos: João Tiago e Paulo Maria. O marido, de gênio forte e colérico, maltratou-a muitas vezes. Rita, graças à bondade de coração e às suas preces, conseguiu convertê-lo para Deus. Ele morreu assassinado, vítima de lutas políticas de época. Os filhos, jovens, quiseram vingar a morte do pai e Rita, preferindo vê-los mortos que transgredindo a lei divina, pediu a Deus que os levasse para o céu antes de se mancharem com aquele crime. Morreram ambos, dizimados por uma peste que arrasou a Europa naquela época.

Viúva e sem filhos, Rita dedicou-se ao socorro dos pobres e enfermos, ajudando a uns e outros, com alimento, visita, conforto e trabalho. Sentindo o chamado de Deus, procurou o Convento das Irmãs Agostinianas de Santa Maria Madalena, em Cássia, para tornar-se religiosa. As regras daquele tempo impediam o ingresso de viúvas. Certa vez, madrugada ainda, Rita foi encontrada pelas freiras, rezando na capela do Mosteiro, com portas e janelas fechadas. A Madre Superiora viu naquele fato um desígnio do céu e admitiu-a como Irmã. Para provar sua vontade, mandou que regasse diariamente, um ramo seco de videira. Com o tempo, o ramo verdejou e floresceu numa viçosa videira.

Desde pequena tinha devoção especial pelos sofrimentos de Cristo e num dia rezando perante o crucifixo, pediu a Cristo a graça de sofrer com Ele. Um espinho desprendeu-se da imagem e fincou-se-lhe na fronte, abrindo uma chaga dolorosa e purulenta, que durante mais de quinze anos a fez sofrer muito. Em 1450 ano santo, desejando muito ir a Roma, com suas companheiras de hábito e não o podendo por causa da chaga na fronte, Rita pediu a Deus esta graça e a chaga fechou-se, tornando-se a abrir quando de volta ao Convento. Muito jejum, muita penitência, muita oração eram sua maneira de viver. Gravemente enferma, vivendo num pobre catre, no fundo de uma humilde cela, Rita recebeu a visita de sua prima. Pediu a esta que fosse até Roccaporena e lá em sua antiga casa, colhesse para ela um figo e um botão de rosa. Era pleno inverno, tudo sepultado sobre a mais densa neve, e, no entanto a prima encontrou o figo e rosa no jardim de Rita.

No dia 22 de maio de 1457, aos 76 anos, Rita entregou sua bela alma a Deus. No campanário do Convento, os sinos começaram a repicar festivamente, tangidos por mãos misteriosas. A chaga da fronte fechou-se na mesma hora e no lugar do habitual mau cheiro que dela se exalava, passou a exalar um discreto perfume de rosas. Tantos foram os milagres e as graças que milhares de devotos seus receberam de Deus, por intercessão sua, que ficou conhecida como a “Santa dos Impossíveis”. O Papa Leão XIII canonizou-a no dia de Pentecostes, 24 de maio de 1900, Ano Santo.

….diante do crucifixo, Rita pediu à Cristo a graça de sofrer com Ele “Um espinho desprendeu-se da imagem e fincou-se-lhe na fronte, abrindo uma chaga dolorosa”

4 Responses to “Vida de Santa Rita de Cássia”

  • carla:

    Caros Amigos leitores e devotos de Santa Rita de Cassia.
    Paz e Bem!

    Meu testemunho de vida e de graças alcançadas com a intercessão de Santa Rita de Cassia.

    Sou casada a 14 anos e tenho um filho de 10 anos, meu casamento sempre foi muito bom, meu esposo sempre muito carinhoso comigo e com nosso filho.
    Tudo corria bem, num certo domingo meu esposo veio com uma conversa sobre traição e coisas assim, fiquei apreensiva só de ouvir a conversa, fiquei em estado de choque quando ele me confessou que havia me traído.
    Meu mundo caiu, o chão já não estava mais aos meus pés, chorei muito pois não conseguia entender o porque ele viera a fazer isso, mil coisas passam pela cabeça da gente apos receber uma noticia dessas.
    Foram vários dias de muita angustia e sofrimento, sem saber para onde ir e o que fazer, decidi então pela separação, num domingo falei pra ele sair de casa que não mais queria ele na minha vida, mesmo sabendo que isso impactaria em nosso filho que na época tinha 8 anos, decidida a acabar com tudo fui pra casa de minha mãe para que ele arrumasse suas coisas e saísse sem que nosso filho presenciasse tudo, para poder poupar ele um pouco de tanto sofrimento.
    Ele fez as malas porem não foi embora, dormiu no sofá por dois dias. Depois voltou a dormir em nossa cama porem não me encostava, essa situação se arrastou por alguns dias, eu já não aguentava mais esse sofrimento,
    então decidimos juntos que pagaria-mos nossas contas que era a prestação do carro e mais algumas que acabariam em dezembro com o nosso 13º e cada um seguiria seu rumo, decididos assim, já não tinha mais nenhuma esperança em ter meu esposo de volta.
    Em um belo dia recebi um e-mail do apostolado do Sagrado Coração de Jesus e nele uma novena pra Santa Rita de Cassia e no e-mail dizia que era uma novena pela família.
    Imprimi então essa novena e comecei no mesmo dia 14/11/14, pedi a Santa Rita que se fosse da vontade de Deus que trouxesse meu esposo de volta pra nossa família, que se não fosse que ela encaminhasse da melhor forma possível pra que meu filho não sofresse tanto.
    Não tinha nem terminado a novena, e meu esposo foi mandado embora do emprego, (lugar esse onde ele tinha conhecido e mantia contatos com a mulher com quem havia me traído). Como sou humana logo pensei agora ele pega todo o dinheiro que ia receber como acerto e acerta as contas e ainda sobraria para ele alugar uma casa e viver a vida dele.
    Continuei a novena, nessa semana o nosso filho sonhou por duas noites seguidas com nós dois no céu diante de Deus e recebendo sua benção para nossa união, fiquei maravilhada com a revelação de que minha família seria restaurada, passou os dias e acabei a novena e nada, dele sair de casa, pelo contrario fazia planos de comprar-mos nossa casa própria e muitos outros planos, mas não falava nada sobre a nossa separação, porem continuava distante.
    Com tantas coisas acontecendo e mesmo tendo ele confessado a traição não conseguia confiar mais nele, tudo era motivo pra desconfiar, passei até a mexer no celular dele procurando alguma coisa, um dia achei uma mensagem dela pra ele.
    Ai resolvi dar um basta na situação, chamei ele pra conversar e disse que sabia de tudo, da mensagem, quem era a mulher, onde morava e que não ia mais aceitar essa situação que ele tinha que tomar uma atitude e resolver a sua vida, porque já estava farta daquela situação.
    Pra minha surpresa ele me pediu perdão pelo deslize e que o que ele queria era a família que ele havia construído e que nesse pouco tempo ele havia destruído, disse que não sabia o porque havia feito tudo aquilo, que eu não merecia, que estava arrependido, nessa hora me veio no coração uma mensagem de perdão, era Deus me tocando e me mostrando o caminho, precisava perdoar não só ele mas ela também.
    Numa de minhas investigações sobre quem era essa mulher fiquei sabendo que era uma pessoa muito sofrida e que viu no meu esposo uma oportunidade de sair da vida que levava, rezei muito pra que Deus tocasse meu coração pra esse perdão, e ao mesmo tempo rezei muito pra que ela encontrasse uma pessoa que a fizesse feliz, nas minhas orações sempre pedia por ela, e então o perdão aconteceu naturalmente num dia em que conversava-mos sobre tudo que havia acontecido, era véspera do aniversario dela, e ele tinha combinado de sair com ela pra poder amenizar seu dia pra que tivesse um dia feliz, pois estava passando por muitos problemas em casa com seu pai que é alcoólatra, foi quando ele me perguntou se eu me importava dele ir encontrar com ela pra dar um abraço e um apoio, naturalmente sairão as palavras de minha boca “não tem problemas, pode ir”. Ele ficou petrificado quando disse que podia ir, lógico que fiquei com o coração na mão com a situação, mas Deus tocou em meu coração, confie…
    No dia ele foi ao encontro dela, quando chegando la não conseguia falar com ela, por telefone pois nem ele nem ela tinha créditos pra poder ligar e combinar o lugar de encontro, ele me ligou(a cobrar) dizendo que não tinha dado certo poque não conseguia falar com ela, então eu disse que ligaria pra ela e falaria onde ele estava esperando, assim fiz, ela não acreditou quando disse quem era e o assunto.
    Desse dia em diante minha família vem sendo restaurada com a Graça de Deus e intercessão de Santa Rita de Cassia, hoje já se passaram um ano dos acontecidos, mantemos contato com ela até hoje, sempre coloco ela em minhas orações.
    Minha confiança nele tem sido restaurada aos poucos, tirei muitas lições deste infortúnio que aconteceu em minha vida, uma delas é a minha fé em Deus e a devoção que passei a ter por Santa Rita.
    Alguns dias depois de tudo isso acontecer em uma das minhas orações me veio a Lembrança de que o meu CASAMENTO foi realizado em uma igreja de SANTA RITA DE CASSIA, e assim a cada dia peço sua proteção para minha família e para as famílias do mundo inteiro.
    Quando falo sobre Santa Rita e sobre as graças alcançadas, com sua intercessão, sempre tem alguém que diz, porque Santa Rita de Cassia ela não é a favor do casamento, por ela ter sofrido tanto em seu casamento.
    E eu sempre falo que pelo contrário, que por ela ter sofrido tanto em seu casamento e ter alcançado a conversão de seu esposo através de muita oração, que ela é sim a favor do casamento e da família.
    Gente estou escrevendo essas linhas para que possam acreditar sim, que Santa Rita de Cassia esta num lugarzinho bem do lado do nosso Senhor e sempre intercede por nós.
    Se algum dia você pediu e não foi atendido é porque Deus estava preparando algo melhor pra você.
    Creia Sempre e peça sempre que seja feita a vontade Dele e não a nossa e não se esqueça de pedir entendimento para que possa mesmo em meio as tempestades compreender a vontade Dele.
    Fiquem com Deus e Santa Rita!
    Paz para todos…

    Carla

  • Elisangela:

    Realmente ela é uma santa milagrosa!!!! Há muitos anos atrás tive uma graça muito grande e muito rápida.
    Eu tinha feito uma transferência bancária errada, para outro titular num valor muito alto. E só fui ver meu erro no dia seguinte de manhã. Roguei a ela que que esse dinheiro voltasse para a pessoa correta. Liguei para gerentes de banco e consegui em apenas 2 horas, eu acho, cancelar e depositar corretamente.

    Eu só pensava como iria pagar aquela quantia altíssima com meu salário humilde……mas graças a Deus e a ela…tudo deu certo….. Muito obrigada!!!!

  • RITA:

    EU ME CHAMO RITA DE CASSIA E SOU MUITO HONRRADA POR SER CHAMADA DE RITA POR MINHA MAE SER DEVOTA DE SANTA RITA.NAO NASCI NESTE DIA MAIS SINTO QUE HOJE TAMBEM FAÇO ANIVERSARIO.
    JA CONHECIA A SUA HISTORIA MUITA LINDA FIQUEI IMPRESSIONADA COM A SUA CORAGEM.COM SUA FE.A SUA LUTA
    A SUA VIDA DESDE DE QUE RA BEBEZINHO. TUDO AQUILO QUE PEÇO A SANTA RITA SOU ATENDIDA ELA SABE DO MEUS SOFRIMENTO,DA MINHA LUTA.EU SO TENHO QUE AGRADECER MAIS NADA! E DIZER EU TEMO SANTA RITA DE CASSIA OBRIGADA POR TUDO ATE PELO MEUS PROBLEMAS QUE SEI QUE TUDO PASSA NESTA VIDA AMEM!

  • Isabel Pinho:

    Depois de ter lido a história de vida desta Santa, fiquei tão impressionada que me tornei dovota Dela. Não só por aquilo que Ela poderá fazer por cada um de nós, mas também para aprendermos que esta vida não são só rosas, que também tem espinhos, mas que no final recebe-se a recomprensa de todo esse sofrimento.

Deixe uma resposta